Instituto UNIR, do esquema IABAS e do Mário Peixoto, levou R$ 63,7 milhões da Prefeitura de SJR

Prefeito Eudes Sampaio

Foi preciso o Governo do Rio de Janeiro cancelar por suspeita de fraude o contrato com o Iabas, vinculado ao Instituto Unir Saúde e ao empresário Mário Peixoto – preso acusado de pagar propina em troca de contratos na saúde pública -, para que o prefeito Eudes Sampaio, de São José de Ribamar, tomasse uma atitude e cancelasse o contrato que o Município tinha desde 2017 com o Instituto Unir. Porém, não antes de o referido instituto – citado em esquema de propina – abocanhar R$ 63,7 milhões dos cofres públicos de Ribamar.

O contrato do Instituto UNIR Saúde com a Prefeitura de Ribamar foi de R$ 20,3 milhões por ano, firmado em 15 de dezembro de 2017 para administrar o Hospital e a Maternidade do Município.

Embora a Unir tenha omitido informações do contrato de sua página oficial, levantamento realizado junto ao Portal da Transparência da Prefeitura mostram que de 2017 a 2020, período de vigência do contrato, a Organização Social (OS) recebeu R$ 63,7 milhões dos cofres municipais.  O valor seria utilizado para prestar serviços de cirurgias eletivas ambulatorial e hospitalar, incluindo o gerenciamento, fomento e execução de atividades, ações e serviços de saúde na unidade hospitalar.

Porém, não foi isso que ocorreu. Os funcionários que prestavam serviço ao Instituto UNIR alegavam falta de estrutura e condições de trabalho, incluindo atrasos de salários, como revelado em 2018 durante um protesto dos trabalhadores.

De acordo com relatórios de empenhos disponíveis ao público na página oficial do Município, no primeiro ano de contrato, em 2017, a Unir recebeu em São José de Ribamar R$ 845.960,00; Em 2018, os repasses foram de R$ 20.463.380,76; já no ano de 2019, foi paga a quantia de R$ 23.625.087,44.

Este ano, antes da rescisão contratual, o Instituto recebeu R$ 18.807.535,92. Na soma dos quatro anos em que o Instituto UNIR prestou serviços, foi paga a quantia de R$ 63.741.964,06 pela Prefeitura de São José de Ribamar.

Por meio da Secretaria Municipal de Saúde, a Prefeitura de São José de Ribamar firmou ainda aditivos com Instituto UNIR, sendo o terceiro termo aditivo assinado no ano passado. Assim, foi pago com recursos públicos pela Prefeitura de São José de Ribamar ao Instituto UNIR um total de R$ 63,7 milhões.

Enquanto isso, a qualidade da saúde prestada em Ribamar continua ruim e a população enfrentando muitas dificuldades neste momento de pandemia.

Comentários