São José de Ribamar e suas rêmoras

Para quem não conhece , o peixe rêmora vive associado ao grande tubarão, preso em seu ventre através de uma ventosa (semelhante a um disco adesivo). Enquanto o tubarão encontra uma presa, estraçalhando-a e devorando-a, a rêmora aguarda pacientemente, limitando-se a comer apenas o que o grande tubarão não quis.

Assim acontece há 16 anos na cidade balneária, enquanto os grandes tubarões devoram , as rêmoras estão ali , esperando as migalhas que sobram. Os cenários são sempre os mesmos , as figuras mudam bem pouco , mas o “modus operandi” são sempre os mesmos .

O tubarão, já sabe que vai haver as rêmoras, logo ele não se preocupa , oferece as migalhas para que as rêmoras não queiram pedaços maiores e ou acabe devorando a comida do tubarão , enquanto isso , nada acontece pois tubarão e rêmora andam em sintonia .

Comentários