REBELIÃO: Penitenciária de Natal “cai”

Os presos da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, na Grande Natal, se rebelaram na tarde deste sábado (14). Segundo o coordenador da administração penitenciária, Zemilton Silva, a rebelião é “de grandes proporções”. Ele confirma mortes de detentos, mas ainda não sabe precisar quantas.

O major Eduardo Franco, da comunicação da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, disse que o motim começou por volta das 16h30 (de Natal) e houve invasão de presos do pavilhão 3 e 5 no pavilhão 4, onde estão internos de uma facção criminosa rival. Ainda não há confirmação de fuga. Alcaçuz é o maior presídio do estado.

Zemilton Silva disse ainda não saber se os presos dos outros pavilhões também se rebelaram. O chamado pavilhão 5 é o presídio Rogério Coutinho Madruga, que fica anexo à Alcaçuz, em Nísia Floresta. Há separação entre presos de facções criminosas entre esses dois presídios. A penitenciária de Alcaçuz tem cerca de 1150 presos e capacidade para 620 detentos, segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc).

Preso estão soltos e houve invasão de pavilhão, segundo a PM (Foto: Divulgação/PM)
Fonte: G1
Comentários