VIANA-MA: CARRINHO SOBE NAS PESQUISAS E COMEÇA A SER ALVO DE ATAQUES DE FAKE NEWS

O economista Carrinho Cidreira (PL), líder absoluto das pesquisas de intenção de voto em Viana (MA), começa ser alvo de intensa campanha difamatória feita nos subterrâneos de um QG montado com única finalidade de “desconstrui-lo” e inviabilizar sua candidatura a prefeito.

Os ataques se intensificaram justamente agora na reta final para o evento de lançamento da pré-candidatura de Cidreira, a ser realizado no dia 30 de novembro, em uma grande solenidade já comentada no município como sendo não apenas com objetivo de eleição, mas de aclamação do ex-secretário municipal diante do estado de calamidade da cidade. Nesta terça (29), uma postagem patrocinada em um blog da capital trouxe uma fake news (notícia falsa) de que Carrinho estaria prestes a ficar inelegível por responder a processos de fraudes em licitações.

Fake news – A matéria contém erros grosseiros, entre eles o principal: o pré-candidato a prefeito de Viana não responde a nenhum processo na justiça. Segundo os advogados do pré-candidato, o site será alvo de ação judicial por cometer crimes de injúria, calúnia e difamação.  A denúncia a que se refere a página foi feita na Justiça Federal, à época em que Chico Gomes era prefeito de Viana contra um dono de posto de combustíveis vianense. Na administração do ex-prefeito Rilva Luís havia uma gasto mais de um milhão e meio de reais com combustíveis, sem nunca ter havio prestação de contas. Nomeado por Chico Gomes para ser secretário municipal de Educação, Carrinho solicitou que fosse realizada nova licitação e conseguiu a redução do valor em 50%, ou seja, 428 mil reais, de janeiro a dezembro, ficando provado que não houve dano ao erário municipal e que os preços foram praticados de acordo com o estabelecido pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustívesi (ANP). Notícias falsas, que estariam sendo patrocinadas com dinheiro público, divulgam que Carrinho Cidreira estaria inelegível. Em contato com o blog, a Assessoria Jurídica e a Coordenação Política do pré-candidato enviaram as certidões negativas que provam a inexistência de processos contra ele. Veja abaixo.

Fonte : Leonardo Cardoso

Comentários