Infidelidade com o povo e partidária podem levar expulsão de Gil Cutrim do PDT

O PDT convocou para quarta-feira (17) uma reunião em que serão discutidas possíveis punições aos parlamentares que desrespeitaram a orientação do partido e votaram a favor da reforma da Previdência, caso do deputado federal Gil Cutrim (PDT-MA).

Além dele, outros sete representantes da legenda na Câmara se posicionaram favoravelmente ao projeto, o que abriu uma crise interna e levantou a possibilidade de que sejam expulsos da sigla. Participarão do encontro representantes da Executiva Nacional e da Comissão de Ética do partido.

Segundo o Blog Gilberto Leda , afirmou que outras siglas já tiveram contato com parlamentar.

Comentários