Limpeza Geral: Luís Fernando exonera quem não rezou em sua cartilha na eleição 2018

O prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), mostrou hoje, 06, porque é conhecido por seu jeito “ditador”, e não perdoou ninguém, pelas derrotas sofridas nas urnas em outubro (reveja aqui e aqui). A forma encontrada para punir e apontar um culpado, foi exonerando dezenas de servidores.

No Diário Oficial publicado nesta terça-feira, pelo menos 25 servidores foram exonerados de uma só lapada. muitos deles não aceitaram a imposição do prefeito que exigia que os funcionários votassem em seu consórcio de candidatos. (Veja a lista completa dos exonerados aqui).

No dia 01 de novembro pelo menos outros 11 já haviam perdido seus empregos. (Veja a lista completa aqui)

Alguns servidores de primeiro escalão não foram exonerados, mas rebaixados para cargos menores, como foi o caso da Secretária de Educação, Carla Veras, que foi exonerada do cargo de titular da poderosa Pasta da Educação e nomeada no mesmo diário para o cargo de Assessora, além de sofrer redução de aproximadamente 50% em seu salário.

Outra que também foi rebaixada, foi a esposa do Subprefeito Giovani Montini, a Secretária Adjunta de Assistência Social Rose Clea Montini, e também terá uma redução de aproximadamente 50%.

Segundo informações repassadas por aliados do prefeito ao blog Maramais, o vice-prefeito Eudes Sampaio (PTB), junto com o próprio Luis Fernando passaram o mês de outubro inteiro elaborando uma lista de pelo menos 400 servidores que devem ser exonerados.

Para não chamar a atenção, a ordem é que as demissões sejam diluídas em dezenas de publicações oficiais até o final do ano.

Fonte : Maramais

Comentários