“Continuarei lutando pelo Baixo Parnaíba e por todo o Maranhão independente de perseguição”, diz Levi Pontes

O deputado estadual Levi Pontes (PC do B) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã desta quinta-feira (8), e se pronunciou sobre a gravação clandestina a que foi vítima. “Como é de conhecimento de todos fui alvo de gravação clandestina que foi extremamente distorcida, mal interpretada e insuflada a exaustão por setores da imprensa de oposição ao nosso grupo político”, disse.

Levi reiterou que a conversa tratava de uma reivindicação e assegurou não ter havido irregularidade no diálogo. “Na gravação trato da reivindicação do aditivo do convênio entre governo do estado e prefeitura de Chapadinha em diálogo privado coloquial. Por mais que os contrários apelem e forcem a barra para me desgastar, nenhum ilícito se extrai da conversa maldosamente gravada”, completou Levi Pontes.

Ainda em seu pronunciamento Levi alertou para a exposição dos políticos a gravações criminosas. “Diante dos fatos dos últimos dias, parece que todos nós que somos pessoas públicas estamos sujeitos a estas invasões de privacidade”, ponderou o parlamentar.

Levi lembrou de suas reivindicações que viraram realidade em Chapadinha quando a prefeita era uma adversária como forma de afastar barganha.

“Para encerrar e refutar qualquer barganha com ações ou programas do estado, devo lembrar do Viva Cidadão, Restaurante Popular, avanço das obras da Caema, Mais Asfalto e outros, como exemplos de reivindicações nossas que viraram realidade em Chapadinha quando a prefeitura era comandada por adversária nossa, declarou. “Depois disso, ajudamos a colocar Corpo de Bombeiros, reconstrução de escolas, a UPA e outros avanços para Chapadinha independentemente de qualquer apoio” completou.

Seguir Firme
O deputado governista falou que, apesar da campanha que considerou verdadeiro massacre, continua firme e com ânimo redobrado.

“O tamanho do massacre que enfrento e os meios de comunicação que o operam dão a exata dimensão do que nosso mandato significa na disputa entre o avanço e o retrocesso na política estadual. Ainda que lamentando o episódio e a distorcida exploração deste, nada do que vimos por estes dias me abateu, pelo contrário, reforçou meu ânimo para seguir firme. Vou enfrentar e superar mais essa perseguição contra mim. Nem império de comunicação, nem concorrentes que nada têm a mostrar, me impedirão de seguir em frente e de concluir a tarefa de lutar por Chapadinha, pelo Baixo Parnaíba e pelo Maranhão, mostrando com muito orgulho o volume de programas, políticas públicas, ações e obras que antes não tinha, agora tem”, pontuou o parlamentar.

“Continuarei lutando pelo Baixo Parnaíba e por todo o Maranhão independente de perseguição e do preço que eu venha a pagar. Não irão me tirar da luta com essa perseguição” finalizou Levi Pontes.

Comentários