Parabéns: Desembargador suspende eficácia de lei e mantém Uber em São Luís

O desembargador Marcelo Carvalho suspendeu os efeitos da medida cautelar da lei 429/2016 do Município de São Luís até o julgamento de mérito da Adin contra o aplicativo Uber.

A medida visa garantir a população um serviço de qualidade e principalmente mais barato.

O desembargador  se baseou na livre iniciativa e não ao monopólio dos taxistas.

Vamos aguardar os próximos passos…

Comentários