Deputado Wellington desmascara mais uma “escola nada digna” do Governo Flávio Divno

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) visitou o Centro de Ensino Analia Neiva, uma escola estadual localizada no município de Nova Iorque. A visita do deputado Wellington faz parte do projeto “De olho nas escolas” e foi motivada por várias denúncias de alunos e professores que estão indignados com a situação de abandono da “escola nada digna” que é mascarada na propaganda.

Para os alunos e professores, a sensação é de revolta.

“Na televisão, as escolas estão muito bonitas. Eles acham que a gente não tá assistindo isso?O Governador deveria ter vergonha de tentar nos enganar assim. Aqui no interior a gente nem tem tantas oportunidades. Quem dera se a nossa escola fosse como está na propaganda”, desabafou Francisca, de 17 anos.

De acordo com uma lista que foi encaminhada à Assembleia Legislativa pela própria Secretaria de Estado da Educação, a escola em questão é uma das 574 escolas utilizadas na exagerada propaganda do Governo, onde consta como alvo de reforma.

“Por meio do projeto ‘De olho nas escolas’, nós recebemos denúncias e visitamos várias escolas do Maranhão. Para nortear nossas ações, cobramos a lista com os nomes das 574 que, supostamente, foram reformadas pelo Governo e divulgadas de forma exagerada pela propaganda oficial. Professores e alunos nos enviaram denúncias quanto ao Centro de Ensino Anália Neiva em Nova Iorque, a 570 km de São Luís e, para nossa surpresa, a escola que consta na lista enviada pelo Governo do Estado, está sem condições básicas para funcionar. No local, encontramos uma escola com salas de aula precárias, cadeiras e armários quebrados, jogados no pátio, um muro que caiu e mato para todo lado. No período da inspeção, estávamos de recesso parlamentar e, por isso, só encaminhamos hoje o ofício ao Governo do Estado solicitando que, ao invés de se preocupar em fazer uma propaganda enganosa, preocupe-se em realizar as ações que, de fato, garantam melhorias na educação pública do Maranhão e, assim, reformem, de verdade, as escolas”, pontuou o professor e deputado Wellington.

Comentários