Vereador de São José de Ribamar , Cristiano Pinheiro , vira chacota em rede social

O vereador Cristiano Pinheiro (SD) passou vergonha mais uma vez, ao tentar atacar a gestão do seu ex-chefe, o ex-prefeito Gil Cutrim (PDT). Em sua página no facebook, o ex-secretário de Juventude, que participou efetivamente das decisões tomadas nos últimos quatro anos, tentou enganar os ribamarenses afirmando que “agora viveria um momento de reconstrução, porque a gestão passada era de descaso e abandono.”

Assim que Cristiano publicou o infeliz comentário em postagem sobre uma Ordem de Serviço, tentando se passar por oposição ao ex-prefeito Gil Cutrim, internautas passaram algumas verdades na cara do vereador óleo de pérola.

“Até você Professor Cristiano Pinheiro, com esse discurso de reconstrução?? de retomada da ordem?? De descaso e abandono da gestão anterior??? Mas pera aê. Deixa eu entender?!!!
Que eu me lembre você e a maioria dos que estão nessa nova gestão eram secretários na gestão passada!!! Conclusão, você contribuiu com tudo isso que você agora repreende?!!” indagou o internauta Flávio Pontes.

Ao tentar explicar-se, o despreparado vereador e líder de governo, acabou se enrolando ainda mais, e o assunto tomou conta das redes sociais e dos grupos de whatsApp da cidade.

“Mal consegui manter os poucos programas existentes na Secretaria e alguns deles nem isso, como no caso do Caminhão da Juventude que teve seu recurso cortado e deixou de funcionar exatamente a partir de 2014.” Assumindo que uma das suas primeiras ações foi acabar com o Caminhão da Juventude.

Cristiano, vergonhosamente ainda tenta continuar enganando os internautas, afirmando que foi secretário mas que passava sete meses sem falar com o prefeito. O próprio Flávio Pontes, que fez as primeiras indagações, desmascara o vereador. “De três em três meses tinha reunião de avaliação e Cristiano tava lá. E em todas as reuniões da prefeitura também.” Desmentiu.

E conclui afirmando o que muita gente suspeita e que inclusive deve ser alvo de investigação do Ministério Público.

“Consegui a triplicação das oportunidades no programa de Estágio que beneficiaram mais de trezentos jovens, o apoio ao esporte de Alto rendimento e ao esporte amador.” Concluiu o enrolado vereador.

Cristiano é acusado, inclusive por vereadores do próprio grupo político, de usar a estrutura da Secretaria, concedendo Estágios Remunerados e distribuição de material esportivo para fazer pré-campanha.

Após se enrolar todo, o tema passou a ser altamente debatido nos grupos de whatsApp, onde Cristiano foi classificado como traidor.

“Mas gente, ainda to passada com essa de Cristiano. Lembrei que o professor Cristiano e Gil eram uma amizade de tantos sorrisos e abraços. Eu acho é graça disso, se ele se calar fica melhor. Tá cuspindo no prato que se deliciava.” Avaliou Debora Kapus.

Outros internautas fizeram algumas indagações em grupos os quais o vereador participa, mas o mesmo se manteve calado.

“Se você achava tudo isso da gestão passada, porque ficou até o último minuto que pôde?” Indagou um internauta.

Um dos últimos eventos que Cristiano participou antes de se afastar para ser candidato a vereador.

“Ele era secretário, a esposa administradora do hospital e da maternidade, o que lhe garantiu muitos votos. A cunhada trabalhava na saúde. Até a mãe dele trabalhava na prefeitura. O Cursinho Pré-vestibular não sei como legalmente ele se mantém à frente de tudo junto à empresa que administra até hoje, e agora um cara desse vem querer falar mal de onde ele adorava?” Indagou um internauta em um dos grupos.

“Lembro que nas ordens de serviço Cristiano era motivo de chacota porque queria imitar o prefeito Gil, com o tempo, passou a malhar pra ficar parecido com o prefeito, depois usava pólo, mocassim e até imitação dos relógios, tudo igual o prefeito. Quando Gil começou a usar barba, lá veio Cristiano de barba também, a galera zoava, chamava ele de prefeitinho, porque queria ficar parecido com prefeito” disse um internauta indignado com a vergonhosa postura de quem foi eleito exclusivamente por ter sido Secretário de Juventude do ex-prefeito Gil

Cristiano perdeu a oportunidade de ficar calado, e como conseqüência, passou vergonha mais uma vez.

Comentários