Sindtrânsito entra na discussão sobre as MA’s dentro de São Luís

Na tarde deste domingo (06) , tornamos a trazer explicações sobre as MA’s dentro de São Luís, o assunto tem causado muitas insatisfações em várias instituições.

Desta vez, o blog Jamys Gualhardo procurou o sindicato dos agentes de trânsito da capital, em buscar de esclarecer ainda mais essa problemática, o presidente do sindicato, Leandro Ramos, afirmou ao titular do blog que tem tentado diversas possibilidades de solução do conflito.

“Segundo o sindicalista a SMTT (Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte) não possui nenhum respaldo jurídico para escalar os agentes de trânsito nestes locais, enquanto NÃO resolver o litígio com Agência de Mobilidade Urbana-MOB. Tendo em vista que ,  Artur Cabral, atual presidente da agência, já tenha sido secretário adjunto da SMTT, fica a dúvida, será que não exista mágoa do passado? Será que está mágoa (se existe) é maior que prejudicar a sociedade e seus Agentes de trânsito? Será que essa mágoa é maior que os direitos dos Ludovicenses que pagam seus impostos, indagou Ramos.

O presidente do sindicato ainda relatou um fato complicado que já foi exposto aqui neste humilde blog, uma condutora (não identificada) teria estacionado seu veículo de forma irregular na Praçinha da Litorânea, e ao ser abordada pelos agentes da SMTT foi enfática ao afirmar que tal profissional não teria jurisdição naquele perímetro urbano, e assim, não teria competência para realizar tal fiscalização, fato este que só ocorreu devido ao erro grotesco da MOB ao tomar para si o gerenciamento das MAs dentro de São Luís, e diga-se de passagem, que apenas uma das cinco vias tem características de rodovia estadual.

A sociedade espera uma solução em carácter de urgência tendo em vista que os transtornos são exorbitantes , como à MOB não tem CONVÊNIO com a CPRV e está “barrando” a secretaria de trânsito e transporte de atuação, à população está ficando sem alguns serviços essenciais.

Continuaremos acompanhando o desfecho da situação…

3 Comentarios

    1. Mas quando tem um vento grande em fim de semana ou feriado,sempre estão lá operando,pode não ser na legislação mas quando há engarrafamentos ou algo parecido , o serviço tem que funcionar 24 hrs

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *